"O Amor é uma dádiva"

"O Amor é uma dádiva, um sentimento que se conquista e se transmite. Ninguém nasce amando, o que significa, em outras palavras, que é possível aprender a amar. Se o casal decidir pela adoção, estará não apenas firmando um compromisso amoroso como também doando amor a si mesmo. Por que se atormentar com a infertilidade, se há sempre uma criança à espera de ser amada? As diferenças não são deficiências; são marcas pessoais, que compõem nosso patrimônio de pessoa. A aceitação, para essas pessoas, é interpretada como a existência de uma fragilidade ou mesmo como uma declaração de incompetência. Novamente nos encontramos com uma questão para a qual a saída é o estabelecimento de uma relação de afeto. Amar aquele que tem dificuldade de ser amado seria a suprema demonstração da humanidade dos humanos"!

0 comentários:

Postar um comentário