O que é a ANGAAD?

A ANGAAD é a representante nacional dos Grupos de Apoio à Adoção, é um espaço para que o movimento de apoio à adoção venha a concretizar o anseio de todos os GAADS de assegurar o direito das crianças e adolescentes à convivência familiar e a difusão da novacultura de adoção. 

Pode ser considerado um local de comunicação sobre a adoção,onde todos os envolvidos com a causa podem estar colaborando a traçar novos rumos para a situação de crianças e adolescentes abandonados em nosso país é um canal de fortalecimento do movimento da adoção. Um dos seus objetivos principais é lutar para que cada criança e adolescente brasileiro tenham uma família que a ame e a respeite. 

Para isso existem diversos GAADS que fazem um maravilhoso trabalho desmistificando os diversos preconceitos ainda existentes sobre a adoção e, cada vez mais, estão conseguindo concretizar as adoções necessárias no Brasil. 

Para a ANGAAD, Grupo de Apoio à Adoção e toda sociedade civil sem fins lucrativos que desenvolva atividades voltadas ao Apoio à Adoção e na busca de soluções para as questões relativas ao abandono de crianças e adolescentes, desenvolvendo trabalhos e reflexões para garantia dodireito à convivência familiar e comunitária.

O site da ANGAAD


O site esta de cara nova! http://www.angaad.org.br/

Totalmente reformulado de forma que torne mais agradável e simples a nossa navegação, buscamos prestigiar todos os Grupos de Apoio à Adoção, devidamente cadastrados, organizando-os por estados da federação, registramos ainda todos os Encontros Nacionais de Apoio à Adoção com fotos para recordarmos nossas histórias, e também todos os Boletins Informativos, desde o primeiro em 2008, quando foi adotada uma comunicação periódica da ANGAAD com os GAAS filiados e todas as pessoas interessadas na nossa luta em defesa do direito à convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes de todo o Brasil. 

Contamos com a participação de todos, contribuindo com sugestões, artigos, fotos de ENAPAS anteriores, ou até mesmo de eventos dos GAAS e dos Encontros Estaduais/Regionais, que possam enriquecer cada vez mais esta nossa ferramenta que nos mantém ligados entre nós e com o mundo.


0 comentários:

Postar um comentário