Casal indiano adota 12 crianças que nasceram com HIV


Os filhos adotivos tem entre sete e 17 anos e foram abandonados pelas famílias biológicas.
 
Enquanto adoção ainda deixa muita gente indecisa sobre fazer ou não, o casal indiano Ajay e Babita Sharma foi além: eles adotaram 12 meninos com HIV positivos que foram abandonados por seus pais biológicos. As crianças e adolescentes têm entre sete e 17 anos, nasceram com HIV, perderam seus pais que também tinham a doença e foram abandonados por outros parentes.
 
“Eu sinto uma onda de energia positiva quando encontro essas crianças. Elas são tão cheias de vida. Só rezo para que a ciência encontre um tratamento viável para esta doença”, disse o Dr. Rajiv Prakash, pediatra que cuida deles, em programa de TV indiano. Há três anos uma professora ensina hindu, inglês e matemática. No começo os vizinhos tinham preconceito com as 12 crianças, mas depois foram se habituando e passaram a ter respeito.
 
Tudo começou em 2004, quando Ajav sofreu uma hemorragia cerebral, ficou em coma por 15 dias e escapou da morte. Até hoje ele afirma que  “entendeu a importância de estar vivo". Em 2008 ele adotou seu primeiro filho com HIV, que não conseguia vaga nos hospitais e estava cada dia mais fraco. “Minha consciência não me permitia deixar essa criança. Trouxe-o para casa e cuidei dele. Felizmente, ele sobreviveu”, disse na mesma entrevista. Bela iniciativa, né?

0 comentários:

Postar um comentário